| Login | Crie o seu Jornal Online FREE!

Opinião Curitiba
Desde: 20/03/2009      Publicadas: 5713      Atualização: 20/09/2017

Capa |  Cidade  |  Conhecendo o Seu Bairro  |  Editorial  |  Educação  |  Espaço Cultural  |  Especial  |  Esporte  |  Estadual  |  Gastronomia  |  Geral  |  Jogo Rápido  |  Jurídica  |  Leia Mais  |  Local  |  Moda Estética & Beleza  |  Momento de Fé  |  Nacional  |  Opinião  |  Opinião Social  |  Passando a limpo  |  Recordar é Viver  |  Saúde  |  Segurança  |  Turismo


 Conhecendo o Seu Bairro

  29/06/2017
  0 comentário(s)


Santuário São Francisco de Assis celebra primeira missa

Novo altar da igreja, que reuniu fiéis da comunidade para realizar sua primeira missa

Santuário São Francisco de Assis celebra primeira missa

Até a criação da Paróquia de São Francisco de Assis, as poucas famílias católicas residentes no bairro do Xaxim, que desejavam casar, batizar os filhos, fazer a primeira comunhão ou crismar os filhos tinham como opção a igreja do Senhor Bom Jesus do Portão, a igreja do Sagrado Coração de Jesus da Água Verde ou a igreja do Imaculado Coração de Maria, na avenida Presidente Getúlio Vargas, em frente ao Campo da Cruz, hoje Praça Ouvidor Pardinho.

Assim, no final do ano de 1952 iniciou-se no bairro a campanha para a construção de uma igreja própria, sendo então construída uma meia água, destinada as reuniões da Comissão Pró-construção. O local também passou a servir de escolinha de catecismo, para um pequeno grupo de crianças. Em 14 de outubro de 1956, com a presença do arcebispo Dom Pedro Fedalto além de convidados especiais, padrinhos e autoridades foi lançada a pedra fundamental da obra, em cuja urna de cimento foram depositados jornais do dia, moedas e a ata do evento. Decidiu-se que seriam realizadas várias festas para angariar fundos para a construção da Igreja.

As festas campestres eram realizadas no bosque e, a meia água improvisada servia como local para o sorteio da Roda da Fortuna, venda de cartelas do bingo e leilão. Para a festa vinham pessoas e amigos do centro da cidade. Aliás, o primeiro bingo em festas de igrejas foi feito justamente no Xaxim.

As festividades eram muito animadas e a maioria das famílias almoçava sob a sombra das árvores do bosque, degustando o suculento churrasco preparado pelo mestre Rafael Derosso, auxiliado pelos assadores que pertenciam a comissão. O casal José e Cacilda Fabris, as cunhadas Nomeia, Ita e Terezinha Derosso, sempre presentes auxiliando as dedicadas senhoras, que eram responsáveis pela cozinha, servindo café, pastéis, bolos, sonhos e vários tipos de salgados e doces. Antes de cada festa fazia-se a arrecadação de brindes e prendas e muitas senhoras, na cozinha de suas casas, faziam bolos e os doavam para sorteios ou leilões. No pátio montavam-se as barracas com jogos de tiro ao alvo, vira-latas, coelhinhos, pescaria, argolas, boliche, boca larga e outros atrativos.

Muitas foram as famílias que ajudaram com doações para a construção da Igreja: Derosso, Rebelatto, Gusso, Gabardo, Parolin, Zanelatto, Cortiano, Nardino, Gazola, Brun, Moro, Pietruza, Fabris, Gavazoni, Minoli, Pereira Manço, Bueno, Pradella, Pankievizki, Adada, Tambozi, Boza, Zanotto, Sonza, Volpi, Dissenha, Aliski, Scherer, Cabral, Bazan, Cantelli, Alka, Pelanda, Patucci, Zanetti, Neves entre outras.

Com a explosão demográfica do bairro do Xaxim fazia-se necessário um pároco residente. Atendendo apelo dos moradores, em maio de 1967, o arcebispo Dom Pedro Fedalto, criou a Paróquia de São Francisco de Assis, nomeando seu primeiro vigário, o Padre Miguelangelo Ramero. Após muitos anos e tendo como Pároco o Pe. Moreira sentiu-se mais uma vez a necessidade da ampliação da antiga Igreja, que foi demolida, dando lugar ao local onde foi construída e inaugurada a nova igreja, que abriga o Santuário São Francisco de Assis.

Para a construção da nova igreja, os fiéis se mobilizaram novamente com doações mensais para as obras, almoços, noite do pastel e jantares, bingos e sorteios de prêmios, com toda a arrecadação destinada à construção do Santuário.

Com a saída do Pe. Moreira, que foi transferido para uma Igreja no bairro de Santa Felicidade, a comunidade recebeu de braços abertos o Pe. Osni dos Sanjos (Pároco) e o Pe. Renato Burigo, que deram continuidade às obras de construção do Santuário e ao atendimento aos fiéis.

Durante a semana que antecedeu as festividades do Jubileu de Ouro da Paróquia São Francisco de Assis foi realizada a Cinquêna (Terço Luminoso, Infância Missionária e missas diárias), como parte dos festejos para a inauguração do Santuário, no dia 14 de maio. A comunidade participou ativamente nos preparativos e nas ações desenvolvidas.

Na noite do dia 13 de maio foi realizada a 1ª Missa na nova igreja, com a presença do Pe. Moreira, Pe. Osni e Pe. Renato e no domingo, dia 14 de maio realizou-se a Santa Missa de inauguração do Santuário, com a presença de centenas de fiéis, que participaram de uma belíssima Santa Missa.

As obras não estão concluídas mas a comunidade já assiste e participa das missas, no dia de domingo, na nova igreja. Vários eventos continuam sendo realizados para angariar os fundos necessários para a finalização da obra, que tanto orgulha os moradores do Xaxim e arredores.

  Autor:   Da Redação





Capa |  Cidade  |  Conhecendo o Seu Bairro  |  Editorial  |  Educação  |  Espaço Cultural  |  Especial  |  Esporte  |  Estadual  |  Gastronomia  |  Geral  |  Jogo Rápido  |  Jurídica  |  Leia Mais  |  Local  |  Moda Estética & Beleza  |  Momento de Fé  |  Nacional  |  Opinião  |  Opinião Social  |  Passando a limpo  |  Recordar é Viver  |  Saúde  |  Segurança  |  Turismo
Busca em

  
5713 Notícias